Home » Notícias » ABRIL de 2017
 
ABRIL de 2017 Imprimir E-mail
Dom, 09 de Abril de 2017 20:26

NOTÍCIAS

Dia 29 – ARCEBISPO DE VITÓRIA DA CONQUISTA RECEBE A IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Recepção da imagem no Santuário Nacional

Na sacristia

Na manhã desde sábado (29), o Arcebispo Metropolitano de Vitória da Conquista, Dom Luís Pepeu, recebeu a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida no Santuário Nacional em Aparecida, São Paulo. Após a Santa Missa com todos os bispos participantes da 55ª Assembleia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), o reitor do Santuário Nacional, Pe. João Batista de Almeida, entregou a diversos bispos a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, iniciando pela Arquidiocese de Vitória da Conquista. Com Dom Luís Pepeu estavam presentes quatro sacerdotes e cerca de 300 pessoas da Arquidiocese de Vitória da Conquista. A imagem peregrina de Nossa Senhora chegará a Vitória da Conquista no próximo dia 6 de maio, quando iniciará uma peregrinação a todas as paróquias da Arquidiocese.


MOMENTO DEVOCIONAL COM A IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA EM APARECIDA, SÃO PAULO

 

 

Após a Santa Missa e recepção da imagem peregrina, nas escadarias do Santuário Nacional, o arcebispo Dom Luís Pepeu se encontrou com as diversas Romarias, oriundas das paróquias da Arquidiocese de Vitória da conquista, para uma saudação e breve momento de oração. Além dos 300 peregrinos, participaram também o Vigário Geral da Arquidiocese, Mons. Uilton, o Pe. Gerson, Vigário Regional do Vicariato São Lucas, o Pe. Alessandro, Pároco de Candeias e o reitor do Seminário Maior, Pe. Irineu.


Dia 26 – ARCEBISPO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARTICIPA DA 55ª ASSEMBLEIA DA CNBB

Dom Luís Pepeu participa, juntamente aos demais bispos do Brasil, da Assembleia da CNBB, que tem como tema central: “Iniciação à vida cristã no processo formativo do discípulo missionário de Jesus Cristo”. A cerimônia de abertura da 55ª Assembleia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) aconteceu na manhã desta quarta-feira (26) no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida em Aparecida (SP), onde acontece a maior parte dos trabalhos dos bispos durante esses dias. Compuseram a mesa, o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida; o prefeito de Aparecida, Ernaldo Cesar Marcondess; o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes; a presidência da CNBB, Dom Sérgio da Rocha, Dom Murilo Krieger e Dom Leonardo Steiner e o núncio apostólico do Brasil Dom Giovanni d’Aniello. Com palavras de acolhida o reitor do Santuário Nacional cumprimentou os bispos e desejou que os trabalhos da Assembleia apresentem sinais de esperança ao povo brasileiro. O núncio apostólico, Dom Giovanni D’Aniello disse que está mais uma vez em comunhão com a Assembleia da CNBB e coloca em suas orações os trabalhos dos bispos. Os trabalhos dos bispos seguiram nesta quarta-feira em plenárias fechadas ao público.

 

Dia 23 – DOM LUÍS CELEBRA O DOMINGO DA MISERICÓRDIA EM POÇÕES


Às 19h deste dia 23, Segundo Domingo da Páscoa e Domingo da Divina Misericórdia, o Arcebispo Metropolitano de Vitória da Conquista, presidiu a Celebração Eucarística na Igreja Matriz da Paróquia Divino Espírito Santo, em Poções. A Santa Missa teve a assistência dos Diáconos permanentes: João Cambuí e Manuel Elias. Participaram da Celebração inúmeros fiéis, que lotaram a matriz, estiveram também presentes as Religiosas Medianeiras da Paz e o Chanceler da Cúria Metropolitana. Dom Luís, tomando o texto bíblico do Evangelho (Jo 20,19-31) destacou que “a comunidade cristã gira em torno de Jesus e se constrói à volta d’Ele, onde se recebe vida, amor e paz”, enfatizou que “sem Jesus, seremos incapazes de encontrar a vida em plenitude”.


Dia 23 – ARCEBISPO CELEBRA O 2º DOMINGO DA PÁSCOA NA IGREJA CATEDRAL

Na manhã deste domingo (23), às 8h, Dom Luís Pepeu, Arcebispo Metropolitano, presidiu a Santa Missa na Igreja Catedral Nossa Senhora das Vitórias, que estava repleta de fiéis. Em sua homilia, refletindo sobre o Domingo da Misericórdia, o metropolita recordou que a Liturgia deste dia, orienta o olhar para a “comunidade nova que nasce da cruz e da ressurreição de Jesus, que nasce da Páscoa e do Pentecoste”, essa nova comunidade “é a Igreja”, cuja “missão é revelar ao mundo a vida nova que brota da ressurreição”. A celebração contou com a assistência do Diác. Antonio Gonçalves, que se prepara para a Ordenação Presbiteral, além da presença das Monjas da Ordem da Anunciação, e dos candidatos às Ordens Sacras, Nailson e Técio.


Dia 22 – DOM LUÍS PRESIDE CELEBRAÇÃO PASCAL DO SEMINÁRIO MAIOR

Na tarde deste sábado da oitava da Páscoa, dia 22, o Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, presidiu a Santa Missa no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora das Vitórias. Concelebraram os senhores reitores: Pe. Irineu Moreira Meira, reitor do Seminário Maior, e Pe. Frenilson da Conceição Brito, reitor do Seminário Propedêutico. A celebração contou com a presença de religiosas, diversas representações da OVS (Obra das Vocações Sacerdotais), das várias paróquias da Arquidiocese, além de professores, colaboradores do Seminário, familiares e amigos. O clima de alegria e serenidade permeou esse momento fraterno. O Seminário Arquidiocesano este ano conta com 6 jovens da Arquidiocese, e acolhe 4 jovens da Diocese de Jequié, 2 da Diocese de Livramento de Nossa Senhora e 2 da Diocese de Bom Jesus da Lapa. Todos eles cursam a etapa filosófica. Os seminaristas propedeutas são 4 neste ano e residem em Itapetinga.

 

Dia 19 - PAPA FRANCISCO NOMEOU BISPO O PE. JOSÉ IONILTON, SDV

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira (19) o Pe. José Ionilton Lisboa de Oliveira, SDV, Bispo Prelado da prelazia territorial de Itacoatiara, no estado do Amazonas. O vocacionista, Pe. Ionilton, nasceu em 9 de março de 1962 em Araci-BA. Ingressou no Vocacionário da Congregação Sociedade das Divinas Vocações (Vocacionistas) em Vitória da Conquista no ano de 1984. Estudou Filosofia no Instituto de Filosofia Nossa Senhora das Vitórias, em Vitória da Conquista, entre os anos 1986 a 1987. No exercício de seu ministério, desempenhou várias atividades também em Vitória da Conquista: Animador e Educador vocacional dos Vocacionados e Noviços, e Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de 1995 a 2000, e de 2005 a 2008. Foi também membro do Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Vitória da Conquista em 2005. Como Superior Provincial, veio muitas vezes a Vitória da Conquista para visita aos seus confrades em Conquista e Itambé.

 

Dia 16 – ARCEBISPO PRESIDE SOLENIDADE DE PÁSCOA NA IGREJA CATEDRAL

No gaudioso dia da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, presidiu a Solenidade Pascal na igreja-mãe da arquidiocese, a Catedral Metropolitana. Num clima de imensa alegria e júbilo, os fiéis que ali acorreram, louvavam e agradeciam a Deus por tão grande mistério, o centro da fé cristã: a Ressurreição. O Metropolita enfatizou que “a ressurreição de Jesus é consequência de uma vida empenhada em fazer o bem e em libertar os oprimidos” e convidou a todos para se esforçarem a “vencer o egoísmo, a mentira, a injustiça”, afim de permitir “triunfar o amor”, assim sendo, “está ressuscitando”. Além dos numerosos fiéis, a Celebração contou com a assistência do Diác. Antonio Gonçalves, que se prepara para a Ordenação Presbiteral, e das Religiosas da Ordem da Anunciação.

 

Dia 15 - VIGÍLIA PASCAL NA CATEDRAL

A celebração da Vigília Pascal, a mais importante de todas as celebrações, também conhecida como "mãe de todas as vigílias", teve início às 19:30h na praça Joaquim Correia, ao lado da Catedral, onde estavam reunidos os fiéis para o Solene início da Vigília, ou Celebração da Luz, com bênção do fogo, a preparação do Círio Pascal e a procissão. Após ingressar na igreja Catedral foi realizada a Proclamação da Páscoa, com o belo e antiquíssimo hino “Exsultet”, chamado de Precônio Pascal; após essa primeira parte da Vigília, foi iniciada a Liturgia da Palavra, segunda parte, onde foram lidos os Textos Sagrados que narram como o Senhor Deus agiu na História da Salvação. Na homilia Dom Luís do significado da Páscoa para nós hoje: “A Páscoa, disse ele, não é apenas uma comemoração do passado. Cada festa Pascal deve ser um apelo de Deus, que nos admoesta a morrermos com Cristo, a nos separarmos do homem velho, a fim de nos revestirmos do homem novo e ressurgirmos para uma vida na graça e na santidade”; logo em seguida iniciou a terceira parte da Vigília, isto é, a Liturgia Batismal, nesta noite foram batizados 5 novos irmãos adultos, essa prática remonta aos primeiros séculos da Igreja, batizar os catecúmenos no dia em que se celebra a vitória de Cristo sobre a morte; por fim, iniciou a Liturgia Eucarística, o banquete que o Ressuscitado oferece-se a si mesmo como Alimento para a Vida Eterna. Ao concluir a Solenidade, houve a procissão com a imagem do Cristo Ressuscitado.

Solene Início da Vigília (Praça Joaquim Correia)

Preparação do Círio Pascal

Procissão

Ingresso do Círio Pascal na Igreja Catedral e Precônio Pastal

Liturgia da Palavra

Liturgia Batismal

Procissão com a imagem do Senhor Ressuscitado



Dia 14 – SEXTA-FEIRA SANTA, CELEBRAÇÃO DA PAIXÃO DO SENHOR

Na igreja Catedral a Ação Litúrgica da Sexta-Feira Santa teve início às 15 horas. Foi presidida por Dom Luís Pepeu, Arcebispo Metropolitano. Participaram da Celebração o Mons. Uilton, Pe. Gildeir e os Diáconos: Antonio Gonçalves, Luciano Santana e José Dias. A celebração de hoje é composta de três partes: Liturgia da Palavra, Adoração da Cruz e distribuição da Eucaristia. Os celebrantes, em silêncio, aproximaram-se do altar e ajoelharam-se por uns instantes, bem como os fiéis que lotavam a Catedral, na homilia, Dom Luís recordou que “o segredo da cruz é o amor”, ali se dá a “revelação máxima do amor, pois não há modo mais verídico de expressar o amor do que dar a vida por aqueles a quem se ama”. Ao termino da Ação Litúrgica foi realizada a tradicional procissão com as imagens do Cristo morto e de Nossa Senhora das Dores, sendo concluído este momento devocional na Catedral.

Ritos Iniciais

Leitura da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo

Apresentação da Santa Cruz

Adoração da Santa Cruz


Dia 14 - VIA-SACRA PARA O CRUZEIRO EM VITÓRIA DA CONQUISTA

Como vem ocorrendo nos últimos anos, mais uma "Via Crucis" foi celebrada ao raiar desta Sexta-Feira Santa em Vitória da Conquista, iniciando na Praça Sá Barreto até o Cruzeiro na serra do Periperi.  Com esta piedosa devoção, os fiéis puderam reviver o caminho de Nosso Senhor até a sua Entrega na Cruz. Neste ano, a Via Sacra também contemplou o tema da Campanha da Fraternidade, chamando a atenção sobre os biomas brasileiros e a defesa da vida. Cada estação foi celebrada por uma paróquia do Vicariato São Lucas e alguns movimentos. Este momento devocional contou também com a participação do Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, padres, diáconos, religiosas, bem como uma multidão de fiéis, que com devoção entoavam cânticos e orações, durante todo o percurso da “Via Dolorosa”.

 

Início da Via Sacra

Subida da Serra

Celebração de Encerramento

* Créditos das imagens: Ivana Matos.

 

Dia 13 - MISSA DA CEIA DO SENHOR NA IGREJA CATEDRAL

A Missa da Ceia do Senhor teve início às 20h desta Quinta-Feira Santa na Igreja Catedral de Vitória da Conquista, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, e concelebrada pelo pároco, Mons. Uilton, e pelos Padres Tobias e Gildeir, tendo a assistência dos Diáconos Antonio Gonçalves e Luciano Santana. Na homilia, o Metropolita sublinhou os três elementos centrais da liturgia deste dia: a Instituição da Eucaristia, a Instituição do Sacerdócio e a Entrega do Mandamento do Amor, e ressaltou: “o amor, além do sacrifício, exige presença”. Após a homilia foi realizado o rito do lava-pés, recordando que o gesto feito por Jesus é para ser seguido na vida, isto é, no amor que dedicamos a nossos irmãos. Após a Sagrada Comunhão, como de costume, aconteceu a trasladação do Santíssimo Sacramento para a Capela da Reposição, preparada no Salão Dom Vital, onde fiéis ficaram em vigília com o Senhor.

Rito do lava-pés

(O Arcebispo lavou o pé de um dos presentes, depois convidou os demais a fazerem o mesmo gesto que ele acabava de fazer, deixando-os o exemplo a seguir)

Transladação do Santíssimo Sacramento


 

Dia 11 - MISSA DA UNIDADE EM VITÓRIA DA CONQUISTA REÚNE MULTIDÃO DE FIÉIS

No início da noite desta terça-feira (11), no Ginásio de Esportes Raul Ferraz em Vitória da Conquista, o Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, junto com todo o clero da Arquidiocese celebrou a Missa do Crisma ou da Unidade, como é chamada após o Concílio Vaticano II. Representação de todas as paróquias e comunidades que formam a Arquidiocese lotou o Ginásio, uma vez que esta Missa caracteriza-se pela unidade e comunhão dos padres e do rebanho com o seu Pastor. Na ocasião os padres renovaram as promessas que fizeram em sua ordenação presbiteral. Após o Rito, o Arcebispo abençoou o óleo dos enfermos, que sustenta na provação da doença, e o óleo dos catecúmenos, sinal da força que liberta do mal. Rodeado pelos sacerdotes, consagrou o Santo Crisma (óleo misturado com bálsamo), para significar o dom do Espírito no Batismo, na Crisma, na Ordem, bem como nos Altares e Igrejas que são consagrados. A Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santo Antônio de Lisboa, aos cuidados dos Frades Capuchinhos, teve a responsabilidade de preparar, neste ano, a Solene Concelebração Eucarística. Ao término da Celebração, o Metropolita anunciou o local da próxima Missa da Unidade (2018). Foi nomeada a Paróquia São Sebastião em Belo Campo.

 

Espaço Litúrgico

Homilia

Renovação das Promessas Sacerdotais


Entrada do bálsamo e dos óleos

Confecção do Crisma

Consagração do Santo Crisma

Durante a Oração Eucarística

Assembleia

* Créditos das imagens: PASCOM da Paróquia de Fátima e JB Mark

 

Dia 11 - MANHÃ DE ESPIRITUALIDADE DO CLERO

O clero da Arquidiocese de Vitória da Conquista esteve reunido na manhã desta terça-feira (11), no auditório do convento dos capuchinhos, Paróquia de Fátima, com o Arcebispo Metropolitano, Dom Luís Pepeu, para um momento de espiritualidade em preparação à Missa do Crisma (Missa da Unidade). O início foi marcado por um momento de oração e meditação. Seguiu-se com a apresentação e boas vindas aos religiosos chegados recentemente à Vitória da Conquista e Itambé. Foi realizado um estudo e reflexão sobre algumas cartas e mensagens do Papa Francisco e de São João Paulo II dirigidas aos sacerdotes. Após um momento de comunicações, o encontro foi encerrado com uma oração e almoço fraterno.

 

Dia 9 – ARCEBISPO PRESIDE NA CATEDRAL A CELEBRAÇÃO DO DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR

Na manhã deste domingo (09), na Catedral Metropolitana, Dom Luís presidiu a Santa Missa do Domingo de Ramos, ato litúrgico que inaugura as celebrações da Semana Santa. O início da celebração aconteceu na praça Joaquim Correia, ao lado da Catedral, onde estava reunida uma grande multidão de fiéis com os ramos em mãos para relembrar a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Após a habitual saudação, o Arcebispo procedeu com a oração da bênção dos ramos. Em seguida, o Diác. Antonio Gonçalves fez a solene proclamação do Evangelho. Depois, os fiéis, agitando os ramos, louvando e cantando, saíram em procissão até o interior da Catedral. A celebração prosseguiu com a oração do dia e a liturgia da palavra. A Santa Missa de Ramos, presidida pelo Arcebispo, foi concelebrada pelo Mons. Uilton Pereira, Vigário Geral e pároco da Catedral, Pe. Gildeir, além da presença do Diác. Antonio Gonçalves, Irmã Cândia, da Ordem da Anunciação e numerosos fiéis.

 

Dia 7 - POSSE DO NOVO BISPO DE ITABUNA

No fim da tarde desta sexta-feira, dia 07, aconteceu a Posse Canônica de Dom Carlos Alberto dos Santos como 5º Bispo Diocesano de Itabuna. O Arcebispo Metropolitano de Vitória da Conquista, Dom Luís Pepeu, participou da Solenidade. A Concelebração Eucarística com o Rito de Posse foi realizada na Catedral Diocesana, estava repleta de fiéis, oriundos das diversas paróquias, bem como, grande participação de fiéis da Diocese de Teixeira de Freitas e Caravelas, donde Dom Carlos veio. Numerosos padres de diversas dioceses estavam presentes, o Mons. Uilton, Vigário Geral, e o Pe. Ariosvaldo, Representante do Clero, representaram nosso clero.

 

Dia 7 - APRESENTAÇÃO DO NOVO CHANCELER DA CÚRIA METROPOLITANA

Na manhã desta sexta-feira (07), Dom Luís Pepeu, Arcebispo Metropolitano, apresentou o novo Chanceler da Cúria Metropolitana, o candidato às Ordens Sacras: Técio Andrade Lima. O ato ocorreu na sala da chancelaria da Cúria, com a presença do Vigário Geral, o Mons. Uilton, do Ecônomo, Pe. Alessandro, bem como: funcionários, diáconos e demais pessoas. O metropolita após acolher a todos e explicar qual é o ofício do chanceler, pediu que fosse lida a Provisão. Após a leitura da Provisão, o novo chanceler emitiu a Profissão de Fé e realizou o Juramento de Fidelidade, conforme determina a disciplina da Igreja, sobre todos que são chamados a exercer um ofício eclesiástico. Entre as funções do chanceler está de cuidar que os atos da Cúria sejam redigidos e despachados, bem como sejam guardados no arquivo da Cúria.

 

=========================================================