Home » Notícias » NOTICIAS DE NOVEMBRO 2015
 
NOTICIAS DE NOVEMBRO 2015 Imprimir E-mail
Dom, 08 de Novembro de 2015 12:54

 

Dia 30 - SACRAMENTINAS CELEBRAM 300 ANOS DE FUNDAÇÃO


As religiosas da Congregação do Santíssimo Sacramento (Sacramentinas) celebraram, na manhã deste dia 30, festa do Apóstolo Santo André, os 300 anos de fundação de sua Congregação. Uma Missa de Ação de Graças foi presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, e concelebrada pelos Arcebispos de Vitória da Conquista e de Feira de Santana, respectivamente Dom Luís Pepeu e Dom Zanoni Castro, pelo bispo de Alagoinhas, Dom Paulo Romeu; pelo Bispo Auxiliar de Salvador, Dom Estevam dos Santos Silva Filho; pelo Arcebispo Emérito de Feira de Santana, Dom Itamar Vian; e pelo Bispo Emérito de Amargosa, Dom João Nilton. Além das Irmãs Sacramentinas, participaram da celebração outras religiosas e religiosos, padres de diversas paróquias e dioceses da Bahia, diáconos, seminaristas, professores, funcionários, pais e alunos dos Colégios da Congregação. De Vitória da Conquista, além do Arcebispo, participaram Pe. Gérson, Pe. Alessandro, Pe. Edmilson, Pe. Valdo e muitos leigos e leigas. A Congregação das Irmãs do Santíssimo Sacramento foi fundada em 30 de novembro de 1715. Está presente em diversos países da Europa, América do Sul e África. A congregação teve início após a conversão de seu fundador, Pierre Vigne, hoje Bem-Aventurado. As primeiras sete irmãs da Congregação tinham a missão de acompanhar os peregrinos, educar crianças e jovens, e também serem solidárias com os doentes e pobres. No Brasil, a Congregação chegou em 1903, se instalando inicialmente em Salvador. Em Vitória da Conquista as Irmãs Sacramentinas chegaram no dia 28 de abril de 1956.

 

Dia 29 - ARCEBISPO REALIZA CRISMA NA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, FRADES CAPUCHINHOS, VITÓRIA DA CONQUISTA


Na manhã deste domingo (29), às 10 horas, o Arcebispo Dom Luís Pepeu presidiu a Santa Eucaristia na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santo Antônio de Lisboa, administrada pelos Frades Capuchinhos. Na ocasião, ele conferiu o Sacramento da Crisma a um grupo de aproximadamente 80 jovens da Paróquia, devidamente preparados para este momento tão significativo de suas vidas. Dom Luís, em sua homilia, dirigindo-se especialmente aos jovens crismandos, falou sobre a importância deste ascramento da iniciação cristã, afirmando que, segundo o Catecismo da Igreja Católica, a Confirmação, o sacramento da Crisma, aperfeiçoa a graça batismal. Pelo sacramento da Crisma, a pessoa se enraíza mais profundamente na filiação divina, incorporando-se mais firmemente a cristo, efetivando sua vinculação com a Igreja em vista da missão de dar testemunho da fé cristã pela palavra e pelas obras. Em outras palavras, na crisma assumimos a graça batismal com maturidade cristã, com a força capaz de testemunhar Jesus, de anunciar o Evangelho e assumir ativamente nosso lugar na Comunidade eclesial. O Pároco, Frei Gilson, concelebrou com Dom Luís e, no final da Snta Missa, agradeceu sua presença, destacanto que este era um momento muito especial para aquela Comunidade Paroquial e, em particular, para os jovens crismandos, seus familiares e padrinhos. Além dos catequistas da Paróquia, dos familiares e padrinhos dos crismandos, estavam presentes na Celebração muitos fiéis. Dom Luís aproveitou a oportunidade para agradecer o significativo trabalho de evangelização que os frades vêm realizando com a colaboração ativa dos leigos e leigas.

Dia 28 - ARCEBISPO PRESIDE SANTA EUCARISTIA COM CRISMA NA PARÓQUIA SÃO PEDRO, EM IBICUÍ


Hoje (28) à noite, Dom Luís Pepeu foi recebido por Pe. Valdo, Pároco da Paróquia São Pedro, em Ibicuí, para presidir a Celebração Eucarística com a Crisma de um grupo de aproximadamente 30 jovens. Além do Pe. Valdo, estava presente e concelebrou a Santa Missa o Pe. Josué Andrade, que há algum tempo atrás foi acometido por um AVC, encontrando-se ainda fragilizado e em recuperação da saúde. Atualmente ele está passando um tempo com o Pe. Valdo. Embora com um quadro merecendo atenção, Pe. Josué está se recuperando bem, conseguindo, inclusive, expressar as palavras. Pe. Valdo tem sido bastante atencioso, sempre com este cuidado de levá-lo para passar alguns dias consigo, na casa paroquial. Dom Luís destacou em sua homilia a importância do Sacramento da Confirmação, destacando, sobretudo, que o crismando deve tomar consciência do sentido de pertença, do seu lugar na Comunidade eclesial e do compromisso de testemunhar o Cristo. Sublinhou a importância dos aspectos constantes do rito da Confirmação: a) o Santo Crisma, o selo do Espírito Santo que leva o crismando a participar da unção de Cristo, passando a pertencer a Cristo e participante da missão do Senhor; b) a imposição das mãos, significando o dom do Espírito do Cristo ressuscitado; c) a unção da fronte e a saudação da paz a cada crismando. A Celebração Eucarística foi bem preparada pelo pároco, catequistas e membros da liturgia. Além dos familiares e padrinhos dos crismandos, a celebração contou com um grande número de fiéis.

Dias 27 - ARCEBISPO RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO HONORÍFICO DE ITAPETINGA


Na noite desta sexta-feira (27), em Itapetinga, após a celebração da Santa Eucaristia, Dom Luís Pepeu foi surpreendido por uma homenagem muito especial. A Câmara Municipal de Itapeteinga, por iniciativa do Vereador Eliomar Alves Barreira e de acordo com o Decreto Legislativo No. 001/15, conferiu ao Arcebispo Dom Luís o Título de Cidadão Honorífico de Itapetinga, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Município. Dom Luís agradeceu este significativo gesto da Câmara Municipal, ressaltando a importância da mesma na nobre missão de lutar pelo bem comum e pela dignidade do povo de Itapetinga e de construir a Paz em seu meio. Sublinhou, por fim, que aquele título honorífico ele credita ao próprio povo de Itapetinga que, incansavelmente, tem trabalhado para romper todas as barreiras de divisão, todas as diferenças, em vista de uma sociedade mais igualitária e fraterna, segundo os valores propostos por Jesus Cristo e por sua Santa Igreja.

Dia 27 - ARCEBISPO FAZ O ENCERRAMENTO DO NOVENÁRIO DA PADROEIRA EM ITAPETINGA E REALIZA CRISMA


Às 7h30min da noite desta sexta-feira (27), na Paróquia de Nosssa Senhora das Graças, Itapetinga, Dom Luís Pepeu celebrou a Santa Missa, encerrando o novenário em preparação para a festa da Padroeira. As celebrações da novena foram norteadas pelo tema: “Com Maria, perseverar na esperança, acolher as surpresas de Deus e caminhar na alegria” e pelo lema: “Na vida consagrada, buscar a paz vivendo a vocação”. O Pároco Pe. Carmelito, contando com a colaboração dos grupos de animação de animação da paróquia, preparou a liturgia com grande zelo, unção e muita dedicação. Além do Pároco, estava presente o Pe. Nilson Laurêncio, Reitor do Seminário Propedêutico, que concelebrou a Eucaristia. Também estavam presentes na animação litúrgica os Seminaristas. Nesta última noite da novena em honra a Nossa Senhora das Graças, Dom Luís conferiu o Sacramento da Confirmação a um grupo de cerca de 80 jovens da Paróquia. A Homilia de Dom Luís, inspirada no tema “Maria e o Espírito Santo: luz para nossa vocação de discípulos missionários”, destacou a importância de Maria como modelo de vocação para o discípulo missionário, bem como para a animação vocacional evangelizadora, reconhecendo em Maria, sobretudo, o modelo de serviço e de seguimento, de aceitação da vontade de Deus e de seu comprometimento com a paz. Aos inúmeros jovens que estavam presentes na Celebração Eucarística, encorajando-os para que não se deixassem vencer pelo desânimo, destacou a importância de educar os jovens para a Justiça e a Paz, lembrando que a Igreja sempre está presente e ao lado das famílias para colaborar nesta árdua missão. Dirigindo-se aos jovens crismandos, exortou-os à busca constante de um revigoramento nos sacramentos oferecidos pela Igreja, buscando compreender que somente no Senhor está a verdadeira força.

 

Dia 25 - DOM LUÍS PRESIDE MISSA NO NOVENÁRIO E CONFERE O SACRAMENTO DA CRISMA NA PARÓQUIA  DAS GRAÇAS EM CONQUISTA


Nesta quarta-feira, dia 25 de novembro, o Arcebispo Dom Luís Pepeu presidiu a Santa Eucaristia na Paróquia Nossa Senhora das Graças, dentro do Novenário em preparação à festa de sua Padroeira a realizar-se no próximo dia 28. Na ocasião, ele conferiu o Sacramento da Crisma a cerca de 40 jovens da Paróquia, devidamente preparados para este momento tão significativo de suas vidas. Dom Luís, em sua homilia, destacou a importância da constante oração pelas vocações sacerdotais. A exemplo de Maria, que, no silêncio do seu coração, escutou o chamado de Deus e respondeu generosamente com o “Sim”, é preciso que o jovem de hoje coloque-se nesta atitude silenciosa de escuta e aprenda a discernir a vontade de Deus, sendo solícito em dar sua resposta generosa. Aos jovens crismandos, ressaltou a importância do sacramento em suas vidas. O sacramento da crisma, conhecido como sacramento da maturidade, deve ser um momento para o jovem assumir o seu batismo, comprometendo-se com a igreja como discípulo missionário de Jesus Cristo. A Santa Missa, concelebrada pelo Pároco Pe. Gerson Bittencourt, contou com a presença de um grande número de fiéis, devotos de Nossa Senhora das Graças. A Congregação das Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena foi a homenageada da noite.

Dia 20 - PRESENÇA DO ARCEBISPO NA NOVENA EUCARÍSTICA, PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ DOS BEZERROS


Na sexta-feira, dia 20 de novembro, Dom Luís Pepeu presidiu uma Celebração Eucarística na Paróquia São José dos Bezerros, Cidade de Bezerros, Diocese de Caruaru. Além do Pároco Pe. Luiz Antônio, concelebrou a Santa Missa o Bispo Emérito de Petrolina, Dom Paulo Cardoso, OCarm, conterrâneo de Dom Luís Pepeu, portanto, caruaruense. A solene Celebração Eucarística aconteceu dentro da Novena Eucarística em Ação de Graças pelos 210 anos da Paróquia e encerramento do Ano Missionário Paroquial. A Missa teve início às 8 horas da noite. Este foi o 8º. dia do novenário, tendo sido dedicado à religiosidade popular. A Novena Eucarística recorda o tema do Congresso Eucarístico realizado em Bezerros por ocasião do Jubileu do Bicentenário da Paróquia de São José: “Eucaristia: Pão de Deus, Vida do Mundo”. Na saudação inicial, Dom Pepeu ressaltou a importância da cidade de Bezerros em sua vocação levítica, constituindo-se como um verdadeiro celeiro de vocações. Na homilia, em linhas gerais, ele destacou que a Igreja Católica é por natureza, por escolha de Jesus, missionária, daí, o sonho do Papa Francisco por uma Igreja em atitude constante de “saída”, transformando a comunidade paroquial numa verdadeira comunidade missionária. Refletindo sobre a Palavra de Deus proposta para esta 8ª. noite de novena, Dom Pepeu lembrou que a Eucaristia não pode ser reduzida a um rito tradicional ao qual temos a obrigação de  participar, mas deve ser vivida como um encontro com o Cristo que se faz “dom” e que vem ao nosso encontro para nos oferecer a vida plena e definitiva. Cristo é “o pão descido do céu para dar vida ao mundo”. A celebração, que teve uma coloração muito forte e marcante da religiosidade popular típica da região, contou com a presença e a animação de muitos fiéis e devotos de Nossa Senhora das Dores, Frei Damião.

Dia 18 - DOM ZANONI É O NOVO ARCEBISPO DE FEIRA DE SANTANA


Dom Zanoni Demettino Castro, desde o dia 3 de dezembro de 2014, Arcebispo Coadjutor de Feira de Santana (BA), , foi confirmado neste dia 18, pelo Papa Francisco, como Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, sucedendo ao capuchinho Dom Itamar Vian. Dom Zanoni é natural de Vitória da Conquista (BA). Foi ordenado presbítero nessa Arquidiocese em 28 de dezembro de 1986, nomeado Bispo da Diocese de São Mateus (ES) em 3 de outubro de 2007. Sua ordenação episcopal ocorreu no dia 24 de novembro do mesmo ano. Adotou como lema episcopal “Ecce mitte me” (Eis-me, envia-me). O Arcebispo Dom Luís Pepeu e a Arquidiocese de Vitória da Conquista congratulam-se com Dom Zanoni e expressam os mais profundos sentimentos de um profícuo pastoreio.

Dias 16 a 19 - ASSEMBLEIA PASTORAL DO REGIONAL NE-3


No período de 16 a 19 de novembro, o arcebispo Dom Luís Pepeu e o coordenador de pastoral Diácono Luciano, participaram da 53ª. Assembleia de Pastoral do Regional Nordeste 3. O encontro aconteceu no Centro de Treinamento para Líderes (CTL), em Salvador, contando com a presença dos Arcebispos e Bispos do Regional (Bahia e Sergipe), além dos Coordenadores Diocesanos de Pastoral e coordenadores regionais das pastorais e organismos das Arquidioceses e Dioceses que compõem o Regional Nordeste 3. A 53ª. Assembleia de Pastoral do Regional, tendo como tema iluminador “Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e Plano Pastoral”, contou com a assessoria do membro da Comissão Teológica Internacional e Assessor da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé, Mons. Antônio Luiz Catelan Ferreira. A Celebração de Abertura teve a presidência de Dom Murilo Krieger, Arcebispo da Arquidiocese de São Salvador e Primaz do Brasil, Vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB. O Secretário do Regional Nordeste 3 e Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Salvador, no início dos trabalhos com a apresentação da pauta e discussão sobre os objetivos da Assembleia, dirigiu-se aos participantes, afirmando a importância deste momento de encontro muito propício para recolher as diversas experiências pastorais. Os frutos destes dias de encontro dependem de um caminho percorrido juntos. Os trabalhos da terça-feira (17) tiveram início com uma análise da atual conjuntura social do Brasil. Houve também uma análise da conjuntura eclesial que refletiu acerca do momento atual da Igreja no mundo.

 

Dia 15 - DOM LUÍS PEPEU CRISMA NA IGREJA CATEDRAL DE CONQUISTA


Neste domingo (15), às 19 horas, o Arcebispo Metropolitano Dom Luís presidiu a Santa Eucaristia na Igreja Catedral Nossa Senhora das Vitórias, sendo concelebrada pelo Pároco e Vigário Geral Mons. Uilton Pereira  . Na ocasião, Dom Luís crismou um grupo de aproximadamente 30 jovens, devidamente preparados para a recepção deste sacramento de iniciação cristã. A Liturgia foi a própria do dia, 33º. Domingo do Tempo Comum, penúltimo do Ano Litúrgico. Na homilia, iluminado pelas leituras próprias do domingo, Dom Luís sublinhou que a liturgia da palavra é um convite à esperança. Lembrou que a vida humana passa, muitas vezes em velocidade. E na fugacidade do tempo, o Senhor nos convida à vigilância e nos exorta a não perdermos de vista o nosso caminho neste mundo e o destino que nos espera. As leituras deste penúltimo domingo do ano litúrgico são um convite à confiança em Deus, porque Ele é o Libertador e o Salvador, Senhor da História. Por fim, ressaltou que os cristãos não podem ficar de braços cruzados, mas são chamados a anunciar e a construir, com a sua vida, com as suas palavras, com os seus gestos, esse mundo que está nos planos de Deus. Dentro deste contexto, ressaltou o compromisso dos jovens crismandos. O sacramento que estão para receber, o sacramento da Crisma, marca a etapa da maturidade espiritual na vida de cada jovem crismando, devendo cada um dar testemunho da fé cristã pela palavra, acompanhada das obras. Pela Confirmação, o ser humano, incorporando-se mais firmemente a Cristo, torma mais sólida a sua vinculação com a igreja. Havia uma grande aglomeração de fiéis na Santa Missa, além, claro, da presença de familiares, padrinhos e amigos dos crismandos. A Liturgia foi bem preparada e muito participativa.

 

Dia 14 - ARCEBISPO PARTICIPA DE NOVENÁRIO NA COMUNIDADE SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS


Às 7h30min deste sábado (14), Dom Luís Pepeu celebrou a Santa Missa dentro do Novenário em preparação para a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, da Comunidade do Sagrado Coração de Jesus - Urbis II, pertencente à Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Santo Antônio de Lisboa, confiada aos Frades Capuchinhos, sob a administração de Frei Gilson Marinho, OFMCap, Pároco. O tema central “Celebrando o Sagrado Coração de Jesus, queremos ser Igreja dos Discípulos Missionários a serviço da Paz” foi um norteador das celebrações do novenário, com o tema de reflexão de cada noite baseado no documento 102, Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, 2015-1019. Em sua homilia, Dom Luís enfocando o tema “Igreja: comunidade de comunidades”,  enfatizou que o discípulo missionário de Cristo deve viver sua fé em comunidade. A fé, sem dúvida, consiste em uma resposta pessoal a Deus, mas tem uma dimensão comunitária intrínseca, implicando convívios, vínculos profundos, interesses comuns, vida de solidariedade. A vida de fé é vida de comunhão entre as próprias pessoas e comunhão com Deus Trindade. A vida de fé é, portanto, vida de amor, vida de doação e de partilha dos sonhos, das alegrias e tristezas. Enfim, Dom Luís fez um apelo a todos os devotos do Sagrado Coração de Jesus: que tenham o seu coração configurado ao Coração de Cristo, que se fez Servo de todos, solidário e obediente, doando sua vida na cruz.


Dias 13 a 15  - ARQUIDIOCESE DE VITÓRIA DA CONQUISTA REALIZA ASSEMBLEIA ARQUIDIOCESANA DE PASTORAL

A Arquidiocese de Conquista, sob a guia pastoral de Dom Luís Pepeu, celebrou no período de 13 a 15 de novembro sua 11ª. Assembleia com o objetivo de avaliar sua caminhada de Igreja e aprovar o novo Plano Arquidiocesano de Pastoral para o quadriênio 2016-2019. O encontro aconteceu na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Seminário dos Capuchinhos, e reuniu cerca de 200 participantes. Além dos Presbíteros e Diáconos Permanentes, estavam presentes representantes das diversas comunidades religiosas, os membros do Conselho Pastoral Arquidiocesano, dois representantes de cada Paróquia, dois representantes do Seminário Arquidiocesano, um do curso de Filosofia e outro do curso de Teologia, um representante do curso de Teologia para Leigos e outros convidados segundo os critérios do Regimento da Assembleia Pastoral Arquidiocesana. Às 19h30min do dia 13 teve inicio a Assembleia com a Oração de Abertura. Em prosseguimento, foi feita a abertura dos trabalhos com a composição da mesa, as palavras de boas-vindas do Arcebispo e a apresentação da pauta. Nas palavras iniciais, Dom Luís ressaltou a importância da Assembleia Arquidiocesana como espaço de comunhão eclesial e de planejamento pastoral, constituindo-se, de fato, um dos momentos fortes na vida da Igreja Particular. Destacou também o esforço constante por uma Pastoral de Conjunto ou Orgânica, buscando pistas que nos leve a ser Igreja comunhão-participação. Um momento muito importante de colaboração, segundo as palavras do Arcebispo, para o bom andamento e resultado da Assembleia ocorreu nas Paróquias e nos Vicariatos, com o estudo e discussão do Instrumento de Trabalho, enviado pela Coordenação de Pastoral. Em suas últimas palavras, Dom Luís expressou o desejo de que todos, juntos, pudéssemos fazer uma profunda experiência de comunhão e de vida fraterna na fração do pão e oração, não nos esquecendo que uma Igreja reunida em Assembleia deve ser, de fato, uma Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa. Na abertura da Assembleia, foi realizada uma mesa redonda com a proposta de uma análise de conjuntura, tendo por base o 2º. Capítulo das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2015-2019, em dois momentos distintos. No primeiro momento, o Prof. Marcelo Costa, da UNEB e membro da Cáritas Arquidiocesana, destacou os aspectos sócio-políticos, econômicos e culturais. No segundo momento, o Pe. Zenilton abordou os aspectos religiosos e eclesiais. Na manhã do sábado (14), Dom Armando Bucciol, Bispo da Diocese de Livramento, dirigiu os trabalhos da Assembleia com a apresentação das novas Diretrizes Gerais da CNBB. Após a análise de Dom Armando sobre as DGAE, passou-se à formação dos grupos para a leitura da síntese enviada pelas paróquias a partir do Instrumento de Trabalho, com discussão e indicação de novas propostas. Como fruto da Assembleia, foi aprovado o novo Plano de Pastoral, contemplando os compromissos e urgências e as respectivas metas a serem alcançadas. O ponto alto da Assembleia Arquidiocesana foi a Celebração Eucarística de Encerramento. Todos os participantes ficaram satisfeitos com o resultado positivo dos trabalhos. O Arcebispo, em suas palavras finais, falou da alegria pela elaboração das novas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese, sublinhando os trabalhos prévios realizados nas Paróquias e Vicariatos, além dos momentos fortes de trabalho, estudo e reflexões, vividos na oração e comunhão nestes dias especiais de Assembleia. No final, Dom Luís dirigiu palavras de agradecimentos a todos os participantes e aos que colaboraram diretamente com os estudos e reflexões pela disponibilidade e colaboração, pelo acolhimento, pela doação e entrega. O desejo do Arcebispo é alinhar a Assembleia Arquidiocesana com aquela do Regional e do Nacional. Antes, celebrada a cada 3 anos, passaria, a partir desta, a acontecer a cada 4 anos, fazendo coincidir a periodicidade de nossas Assembleias com o Regional Nordeste 3 e a CNBB Nacional, estabelecendo, desta forma, uma sintonia e alimentando o espírito de comunhão eclesial.

Momento orante

Formação da mesa e palavra do Arcebispo

Conjuntura sócio-político-econômico (Prof. Marcelo), e conjuntura eclesial (Pe. Zenilton)

 

Dia 9 - ARCEBISPO PARTICIPA DO ÚLTIMO ENCONTRO DE 2015 DO NÚCLEO DA CRB NA ARQUIDIOCESE VITÓRIA DA CONQUISTA


Às 11 horas desta segunda-feira, após a celebração na igreja Catedral, o Arcebispo Dom Luís Pepeu dirigiu-se ao Colégio das Irmãs Sacramentinas para participar do último encontro deste ano do Núcleo da CRB da Arquidiocese de Vitória da Conquista. O encontro, por ser o último deste ano, teve um caráter avaliativo e programativo. Dentro da pauta de trabalho, houve também uma avaliação das atividades da PV-SAV (Pastoral Vocacional - Serviço de Animação Vocacional), um trabalho que vem sendo desempenhado na Arquidiocese com a colaboração das Religiosas e religiosos conjuntamente com o Seminário. No final do encontro, Dom Luís antes da oração e bênção dirigiu uma mensagem às diversas Congregações Religiosas que estão presentes na Arquidiocese. Agradeceu a colaboração que cada Comunidade Religiosa presta à Arquidiocese nos mais diversificados campos da missão Pastoral, ressaltando a catequese, a educação, o trabalho de acolhida e de assistência aos pobres, a presença na evangelização. O encontro foi vivenciado em clima de muita naturalidade e da alegria própria da Vida Religiosa. Houve o tradicional “Amigo Secreto” com a troca dos presentes e um almoço de confraternização como conclusão das atividades do Núcleo da CRB por este ano.

Dia 9 - ARCEBISPO CELEBRA A DEDICAÇÃO DE SÃO JOÃO DE LATRÃO E EM COMEMORAÇÃO DOS 175 ANOS DE VITÓRIA DA CONQUISTA


Na manhã desta segunda-feira (9), às 8h30min, o Arcebispo presidiu a Santa Missa na Igreja Catedral Nossa Senhora das Vitórias por ocasião da Festa Litúrgica da Dedicação da Basílica de São João de Latrão, a Catedral de Roma, chamada de mãe e cabeça de todas as Igrejas. Na celebração Eucarística, os fiéis presentes elevaram seus hinos de louvor e de ação de graças ao Deus Altíssimo pelos 175 anos da emancipação política do Município de Vitória da Conquista. Dom Luís, através das leituras bíblicas próprias da Festa, ressaltou a importância do Templo como espaço da manifestação da Glória de Deus. Meditando sobre a expressiva imagem da visão profética de Ezequiel, a água que jorra do lado direito do Templo, Dom Luís destaca que este Templo, enquanto presença de Deus no meio do povo, será uma bênção manifestada em poder vivificante, criador e restaurador. Em continuação, meditando sobre o tema da Paz, Dom Luís conclamou toda a Igreja a lutar pela total superação da violência em nossa sociedade. Lembrando o aniversário de nosso Município, suplicou orações pela paz e pediu que fizéssemos um apelo para que as políticas públicas ampliassem seu foco de atuação para as variadas formas de violência que afligem as crianças e os jovens do Município e região. E nesta celebração da Festa da Basílica de Latrão, não podia deixar de referir-se à tragédia que atingiu a Igreja Irmã, a Arquidiocese de Mariana, MG, com o rompimento de duas barragens de rejeitos minerais, contaminando as águas, destruindo vidas, provocando a morte, causando impactos ambientais e socioeconômicos. Diante deste triste quadro, Dom Luís pediu a solidariedade de todos através das orações. A Igreja estava repleta de fiéis. Entre as autoridades presentes, encontravam-se o Prefeito do Município, o doutor Guilherme Menezes, os Vereadores e Deputados Estadual e Federal. No final da Missa, o senhor Prefeito, usando a faculdade da palavra, dirigiu uma calorosa saudação a todos, lembrando que esta celebração já é uma tradição dentro das comemorações do aniversário de Vitória da Conquista. Por fim, agradeceu a presença de todos e, em particular, agradeceu o Arcebispo pela celebração.

Dia 8 - CRISMA NA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA EM ANAGÉ


Na tarde de hoje, dia 8, o Arcebispo Dom Luís presidiu a celebração Eucarística, conferindo também o sacramento da Crisma na igreja Matriz de Anagé. Dom Luís Pepeu, em sua homilia, refletindo sobre a 1ª Leitura, recordou que a história da viúva que reparte com o profeta os poucos alimentos que lhe restam, assegura que a generosidade, a partilha e a solidariedade não empobrecem, mas são geradoras de vida em abundância.  Falando para os crismandos, ressaltou que pela unção do Espírito do Senhor, no sacramento da Crisma, somos confirmados em nossa vocação de cristãos, chamados a testemunhar Jesus Cristo com a nossa vida. Pela Crisma, somos fortalecidos para a vivência de nossa vocação como Igreja, uma Igreja que, em constante saída, assume o seu compromisso com o anúncio do Evangelho. Além da participação do pároco Pe. Luiz Cláudio, contou-se também com a presença do Diácono Permanente Genildo.

 

Dia 6 - DOM LUÍS PEPEU CELEBRA NA COMUNIDADE DO POVOADO ESTIVA

Na noite deste dia 6, o Arcebispo Dom Luís e o Padre Alessandro celebraram Santa Missa na Comunidade Nossa Senhora das Dores, Povoado de Estiva, da Paróquia Nossa Senhora das Candeias. A comunidade ficou radiante com a visita do Arcebispo que, por sua vez, demonstrou alegria e satisfação por visitar esses irmãos e irmãs tão cheios de fé e esperança. A celebração ocorreu num imóvel cedido por um membro da comunidade, enquanto sejam concluídos os trabalhos de reforma e construção da capela local. Refletindo sobre as Leituras do dia, Dom Luís salientou que “os dons concedidos por Deus não são para nós mesmos, senão para serem colocados a serviço dos outros, especialmente dos mais necessitados. Nós somos meros administradores do que Deus nos concede”.

Dia 5 - ARCEBISPO PARTICIPA DAS COMEMORAÇÕES DOS 80 ANOS DA PRESENÇA DOS FRADES CAPUCHINHOS EM MACEIÓ - ALAGOAS

Nesta quinta-feira (6), o Arcebispo Dom Luís Pepeu esteve em Maceió, capital do Estado de Alagoas, e presidiu a Santa Eucaristia no Convento Sagrado Coração de Jesus por ocasião da abertura das comemorações aos 80 anos da presença dos Frades Capuchinhos em terras alagoanas, no antigo Planalto do Jacutinga, hoje o bairro do Farol. Com a celebração do Tríduo, os Frades Capuchinhos também estão comemorando os 500 anos do nascimento de São Félix de Cantalice, primeiro santo da Ordem. Estas duas significativas celebrações acontecem em sintonia com os objetivos do Ano da Vida Consagrada proclamado pelo Papa Francisco. Dom Luís, em sua saudação inicial dirigida aos concelebrantes, aos frades, religiosas, noviços, seminaristas e aos devotos e amigos dos frades, ressaltou sentir-se fraternalmente honrado e agraciado por Deus, porque ali também ele viveu duas etapas de sua vida de religioso capuchinho. Na homilia, depois de um percurso meditativo sobre as leituras da liturgia do dia, Dom Luís destacou a dimensão devocional experimentada naquele Convento por milhares de fiéis e que vai sendo transmitida de geração a geração: o Sagrado Coração de Jesus, como Padroeiro da Igreja, São Francisco de Assis e Santo Antônio e, por fim, São Félix de Cantalice, o santo festejado. De São Félix, destacou sua simplicidade e humildade, um verdadeiro testemunho de uma vida na santidade. Dedicou grande parte de sua vida, pedindo esmolas nas ruas de Roma para distribuí-las aos pobres e doentes. A salutar devoção a São Félix deve auxiliar os fiéis em sua vivência das práticas de piedade em conformidade com o Santo Evangelho. Concelebraram com Dom Luís Pepeu Frei William, Guardião do Convento, outros Frades, tanto daquela Fraternidade como também vindos de outras casas da Província, e alguns padres da Arquidiocese, dentre os quais o Vigário Geral Mons. José Augusto e o Vice-Reitor do Seminário Arquidiocesano, Pe. Fernando. Estavam também presentes alguns noviços vindos da Casa do Santo Noviciado, Bom Conselho. Os seminaristas da Arquidiocese de Maceió animaram a Santa Missa com os cantos. A Celebração Eucarística contou com a presença de muitos amigos dos Frades Capuchinhos e do Convento e devotos de São Félix de Cantalice. No final da celebração, Dom Luís viveu emocionantes reencontros com pessoas conhecidas do passado.

Dia 2 - ARCEBISPO CELEBRA A MISSA DOS FIÉIS FALECIDOS NO CEMITÉRIO PARQUE DA CIDADE

Na manhã desta segunda-feira, comemoração de todos os Fiéis Defuntos, o Arcebispo celebrou a Santa Missa no Cemitério Parque da Cidade em Vitória da Conquista. Depois de ter cantado a glória e a felicidade na Solenidade de todos os Santos, a Mãe Igreja pede hoje por todos aqueles que, nos sofrimentos purificadores do Purgatório, esperam o dia em que poderão associar-se à assembleia dos santos. Neste dia em memória dos fiéis defuntos, celebramos a esperança, porque sabemos que os nossos irmãos ressurgirão em Cristo para uma vida nova. Nas palavras de Dom Luís, a liturgia convida-nos a descobrir que o projeto de Deus para o ser humano é um projeto de vida. No horizonte final do homem não está a morte, o fracasso, o nada, mas a comunhão com Deus, a realização plena, a felicidade definitiva, a vida eterna. Dom Luís, na sua homilia, fez também referência à solenidade de Todos os Santos, celebrada ontem. São duas celebrações litúrgicas que se completam e que nos fazem entrar em perfeita comunhão em Cristo na unidade com todos os santos, os fiéis que vivem na glória, e com todos os mortos, os fiéis que vivem na purificação, preparando-se para a visão de Deus. Em síntese, nós, a Igreja Peregrina, celebramos a Igreja Triunfante, a Igreja da glória, sem esquecermos a dimensão da Igreja Padecente, a Igreja que se purifica no Purgatório, através de nossa oração suplicante em memória dos fiéis defuntos. Depois da Santa Missa, o Arcebispo fez uma visita ao túmulo de Padre Marcelo Amorim, falecido em novembro de 2010. Em sua oração silenciosa, suplicou ao Pai do Céu pelo descanso eterno deste irmão sacerdote e de todos ali sepultados.

Dia 1º - ARCEBISPO CONCLUI VISITA PASTORAL À PARÓQUIA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EM ITAPETINGA


Nos dias 30 e 31 de outubro e neste 1º. de novembro, o Arcebispo Dom Luís Pepeu realizou Visita Pastoral à Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Itapetinga. Chegando à Paróquia ao meio-dia da sexta-feira (30), Dom Luís, acompanhado de sua equipe missionária, foi acolhido pelo Pároco Pe. Carmelito Andrade juntamente com o Conselho Pastoral Paroquial, o Vigário Regional do Vicariato São João, Pe. Rosenildo, e o Reitor do Seminário Propedêutico, Pe. Nilson Laurêncio. Estava presente também o Prefeito da Cidade, Sr. José Carlos Moura, ladeado da Primeira Dama, a Sra. Cida Moura. Pe. Carmelito acolheu o Arcebispo na Casa Paroquial, falando de sua grande satisfação e das expectativas por estaVisita Pastoral. O Prefeito, por sua vez, apresentou os cumprimentos a Dom Luís, dando-lhe as boas-vindas e desejando-lhe que, em sua breve estadia na cidade, pudesse desfrutar da tradicional hospitalidade do povo Itapetinguense e sentir-se em sua própria casa. A agenda da Visita Pastoral foi bastante intensa, distribuída entre visitas a todas as comunidades da Paróquia, encontros com os Conselhos Paroquiais, Movimentos e Pastorais, encontros com Catequistas, OVS e juventude. O Arcebispo visitou o IPAM (Instituição de Promoção e Amparo ao Menor), o Monte Via Crucis e o Cemitério Parque da Eternidade, a Lavanderia Popular, o Abrigo Lar Laura Carvalho, o Hospital Cristo Redentor. Um momento muito significativo foi a visita a pessoas idosas e aos enfermos. Rezando com eles, Dom Luís confortava-os em seus sofrimentos e dores, abençoava-os e os encorajava. Cumprindo a agenda, Dom Luís também visitou as comunidades da Paróquia, urbanas e rurais. Por onde passava, era sempre acolhido em clima de fé e com uma efusiva alegria. A satisfação do povo estampada em seu rosto era contagiante. Este contato direto, muito próximo, bem fraterno do rebanho com o seu Pastor foi realmente um tempo de graça e de bênçãos, tempo de renovação. Dom Luís, na sua simplicidade bem franciscana, a cada abraço acolhedor, retribuía com uma palavra de carinho; às dificuldades testemunhadas, uma palavra de alento, de consolo: a todos, uma palavra de esperança. O ponto alto de cada dia era sempre o encontro das comunidades para a Celebração da Santa Missa. No Domingo (1º.), no final da tarde, Hora da Ave-Maria, encerrando a Visita Pastoral, Dom Luís presidiu a Santa Eucaristia na Igreja Matriz, que foi concelebrada pelo Pároco, Pe. Carmelito, e pelo Vigário da Região, Pe. Josenildo. No final da celebração, foi aberto o espaço para os agradecimentos. Aos fiéis, cabia-lhes a saudade destes dias de bênçãos, mas também as palavras de estímulo para continuarem firmes, construindo a Paróquia como uma Comunidade de Comunidades, uma Igreja a serviço da vida. E as palavras finais de gratidão de Dom Luís foram dirigidas ao Pe. Carmelito que, com tanto empenho, dedicação, carinho e zelo pastoral, e em espírito de comunhão, preparou esta histórica Visita. Durante a Visita Pastoral o Arcebispo contou com a preciosa colaboração do Padre Carmelito, Diácono Luciano, seminarista Kaique e jovens da Associação Nossa Senhora das Dores.

 

ENCONTROS E REUNIÕES DURANTE A VISITA PASTORAL EM ITAPETINGA:

Catequistas e OVS

CPP, Movimentos, Pastorais e Coordenações

CEP e Dízimo

Juventude

 

VISITAS ÀS COMUNIDADES URBANAS E RURAIS:

Comunidade Três Arcanjos

Comunidade Divino Espírito Santo

Comunidade São Lucas

Comunidade São Tiago

Comunidade Savina Petrilli

Comunidade Sagrado Coração de Maria

Comunidade Santa Luzia

Comunidade Nossa Senhora das Candeias

Comunidade Nossa Senhora Aparecida e de Santa Bárbara

Comunidade Sagrado Coração de Jesus (Distrito de Palmares)

Comunidade São Rafael (Zona Rural)

 

VISITAS DIVERSAS:

IPAM (Dom Climério) e Monte Via Crucis

Lavanderia

Cemitério

Pessoas idosas

Pessoas doentes

Hospital

Associação Nossa Senhora das Dores

 

ENCERRAMENTO DA VISITA PASTORAL NA MATRIZ